BEM-VINDOS AO BLOG!

"Os ignorantes só terão razão se os inteligentes ficarem calados". | Paulo Monteiro Jr.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Como acabar com a pobreza?

As pessoas tornam-se pobres pela carência de poder aquisitivo e falta de acesso aos serviços. Um Governo que tributa em média metade do valor dos itens de consumo, e não oferece ao povo com eficácia os serviços pagos compulsoriamente pelos impostos, acaba gerando os pobres.

Por isso, faz sentido acreditar que o Estado, que é o causador da pobreza, seria o mesmo que iria acabar com ela? Lembram dos vilões do filme “Missão Impossível”, que queriam infectar o mundo com um vírus para poder depois vender o antivírus? É mais ou menos desse jeito que o Estado atua. 

Por que o Estado é prejudicial? Porque é baseado em coagir o cidadão com normas e restrições. A liberdade é ferida continuamente. Limite é necessário, obrigar é abusivo. Tudo o que é obrigatório é nocivo. Já perceberam que tudo que é voluntário traz resultados grandiosos?

Um Livre Mercado junto com Estado enxuto não é a melhor saída, é a única. Que um dia a liberdade cante por aqui.

FOTO: El País

sábado, 29 de dezembro de 2018

As opiniões e os críticos


Já perceberam que os críticos de determinado assunto, por regra, são pessoas que nunca se destacaram tanto e que se ocupam em criticar aqueles que estão tentando o sucesso naquela coisa?

Comece a notar quando alguém te critica em algo, este alguém não consegue fazer o que você faz ou quando faz, faz muito mal feito. É cheque! Cantores de sucesso, via de regra, não viram críticos musicais, e sim mentores ou produtores. Atletas consagrados, geralmente viram treinadores ou diretores, não meros comentaristas. Já dizia Raul Seixas que pra fazer sucesso, todo mundo tem que reclamar...

As pessoas bem-sucedidas no que fazem, ensinam e motivam. As pessoas medíocres, por sua vez, criticam. Bom fim de ano a todos.
 #CARRYON 💎

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

#PJENTREVISTA com Dr. Evânio Pereira

Nesta semana, a fim de colher informações para um trabalho da Disciplina de Psicologia Jurídica, tive a honra de entrevistar o senhor Evânio Pereira de Matos Filho, Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Ceará em Camocim. Foi questionado dentre os assuntos, sua visão sobre a Redução da Maioridade Penal, que hoje no Brasil é de 18 anos. Dr. Evânio não só respondeu a este assunto, como fez comparações com outros países e trouxe perspectivas para a situação prisional no Brasil.

Queria agradecer ao Dr. Evânio por me receber, e ao Sr. Marco Antônio, jurista e servidor do MP-CE, que intermediou o momento. Segue abaixo o áudio com a entrevista, que foi realizada na sede da Promotoria em Camocim - CE.



Quadro do blog: #PJENTREVISTA

Periodicamente, postarei aqui nos blog entrevistas que serão feitas via gravação ou na forma de revista com personalidades do mundo jurídico, político, acadêmico e empresarial. O quadro se chamará #PJENTREVISTA. Sempre com o intuito de trazer mais informações sobre os diversos assuntos ao leitor. Portanto, sigam nos acompanhando porque muito conteúdo deve rolar por aqui.


Saudações,

Paulo Monteiro Jr.

O povo contra o povo


O cenário atual é desolador. Vivemos uma dicotomia onde a luta de classes pregada por Marx (que não deveria existir), está cada vez mais acentuada e enraizada nos brasileiros. Brigam entre si, onde o verdadeiro inimigo apenas mexe as cordas da marionete. Quem é este inimigo? O Governo.

A Polícia, para manter a ordem, acaba agredindo algumas pessoas, mas o policial não percebe que também faz parte do povo, que também é esmagado pelo Poder Público. A luta sem rumo segue seu caminhar.

Eles, manifestantes, queimam ônibus. Político não pega "busão" para trabalhar. Eles bloqueiam ruas e rodovias. Políticos andam de helicóptero e jatinho. Eles apedrejam agências bancárias. Político raramente pisa em banco. Eles defendem o desarmamento. Político anda com segurança armado. Político precisa de voto para seguir sendo político. A galera segue votando nos mesmos caras.

Os movimentos populares resumem-se na guerra do povo contra o povo. Estamos encerrando a segunda década do século XXI, a era da rebeldia sem causa, o apogeu da geração mais estúpida da história da humanidade. Onde todo mundo é contra alguma coisa ou alguém, mas ninguém é a favor de nada. Até quando seguiremos lutando uns contra os outros?

IMAGEM: O Correio de Deus

SEJA UM FRANQUEADO: